TURISMO

Secretária de Turismo Vanessa Mendonça inaugura nova loja de artesanato no Alameda Shopping

eldogomes.com.br
Siga-me
Foto Luís Tajes/Setur-DF

Taguatinga é a primeira região administrativa a receber a loja “Artesanato de Brasília”. O espaço foi inaugurado nesta sexta-feira (20), no Alameda Shopping, e é totalmente dedicado às artes manuais. No Brasil, o artesanato movimenta 50 bilhões de reais por ano. Essa potência econômica tem ganhado cada vez mais espaço no Distrito Federal, existem cerca de 11 mil artesãos cadastrados. O local será um ponto de divulgação do trabalho dos artesãos da cidade e fomento a economia criativa.

A loja expõe o trabalho de 19 artesãs selecionados por meio de um chamamento público da Setur. Os brasilienses e turistas poderão encontrar de acessórios a itens de decoração, entre outras utilidades. Por ser uma das grandes forças econômicas do Brasil, o apoio ao artesanato é uma das prioridades da Secretaria de Turismo do DF, que criou neste ano a Rota do Artesanato, com o objetivo de fomentar a atividade na cidade.

“O que o artesão sempre quis é um lugar para vender o seu produto e a loja é uma oportunidade. Faltava um espaço dedicado ao nosso artesanato, com trabalhos de extrema qualidade, que representam a nossa cidade, nossa cultura e quem somos. Abrimos uma loja no Pátio Brasil e agora no Alameda Shopping. O que estamos fazendo desde o início da nossa gestão é estruturar e promover o trabalho do nosso artesão, gerando renda e empregos. Avançaremos nesse próximo ano ainda mais fortes e integrados”, destacou a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, durante a inauguração.

Para Geraldo César de Araújo, administrador de Taguatinga, o espaço desperta o empreendedorismo no artesanato e leva para a região um projeto que irá gerar oportunidades. “Taguatinga agradece”, finalizou. Lígia Meirelles, vice-presidente da Rodopoulos CCV Empreendimentos Imobiliários, também esteve presente e representou os estabelecimentos do shopping. “Nos sentimentos honrados por ter a marca do Artesanato de Brasília no Alameda. A cidade tinha essa carência, precisamos fomentar a economia local e criamos um ciclo de desenvolvimento”.

Maria de Fátima Lima falou em nome dos artesãos participantes do projeto. Ela agradeceu o espaço e a oportunidade de expor o trabalho. “A loja valoriza o trabalho manual, beneficiado o nosso trabalho”, disse. Também compareceram a abertura do espaço: Fabrício Magalhães, coordenador Nacional do Programa de Artesanato Brasileiro; Guilherme Ferreira, chefe de gabinete da Administração de Águas Claras; Carlos Curione, superintendente do Alameda Shopping; e Antonio Caputo, coordenador de Relações Estratégicas da Apex.

Carteira profissional
Por meio da carteira profissional, os artesãos podem pleitear espaço para expor seus produtos em eventos promovidos pela Setur e pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB). Desde o início deste ano, a secretaria tem trabalhado junto aos organizadores desses eventos no sentido de garantir espaço para que profissionais do DF comercializem seu trabalho. A iniciativa já apresenta resultados. Em 29 eventos locais e nacionais, 402 artesãos movimentaram quase R$ 500 mil.

Editais de chamamento
Os editais de chamamento são publicados no site da Secretaria de Turismo na aba “Artesanato”. Os profissionais que se interessarem em expor seus produtos devem possuir a carteira do artesão válida. 

Por 📸@EldoGomes | Jornalista e YouTuber.