Cancelamento de concurso da Sedest/DF repercute na Câmara Legislativa

eldogomes.com.br
Siga-me
Últimos posts por eldogomes.com.br (exibir todos)

O cancelamento das provas do concurso para a Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDEST), no último final de semana, repercutiram na sessão ordinária da Câmara Legislativa do Distrito Federal desta terça-feira (26). Distritais cobraram explicações sobre os problemas, mas defenderam a realização da seleção.

O deputado Fábio Felix (PSOL) relatou reunião realizada hoje, com a participação de vários parlamentares, e o presidente do Instituto Brasil de Educação (IBrae) – banca responsável pelo concurso -, para esclarecer denúncias e reclamações de candidatos. De acordo com o distrital, o presidente do Instituto se comprometeu a divulgar o mais rapidamente possível um novo cronograma de realização das provas.

O responsável pelo Ibrae assegurou aos deputados que tem condições de organizar a seleção. Fábio Felix afirmou que o mais importante agora “é garantir que o concurso ocorra”, para suprir a secretaria dos servidores necessários para o desenvolvimento das ações sociais.

A deputada Arlete Sampaio (PT) reiterou ao governador a importância da realização do concurso, apontada por ela como fundamental para que o GDF preste assistência social à população. A distrital apresentou um requerimento de informações ao governo pedindo esclarecimentos sobre os problemas ocorridos no último domingo. Segundo ela, o concurso vem sendo esperado há muito tempo e a falta de servidores é um problema grave na secretaria.

O líder do governo, deputado Cláudio Abrantes (PDT), disse que conversou com o secretário de Desenvolvimento Social, Eduardo Zaratz, que se colocou à disposição das comissões e da Casa para prestar esclarecimentos.

“Ele ratificou que o contrato foi firmado sem ônus pelo GDF na gestão anterior e informou que a pasta procurou a banca para oferecer, sem sucesso, apoio logístico visando a realização do concurso”, observou.

Abrantes destacou que o contrato foi assinado sem que a banca oferecesse garantias de condições para realizar o certame. “O governo já fez um questionamento ao instituto e acionou à Procuradoria Geral para que sejam verificadas as medidas cabíveis”, acrescentou.

Fonte: CLDF, por Luis Claudio

Sobre eldogomes.com.br 7064 Artigos
Por 📸@EldoGomes | Jornalista e YouTuber.