Notícias | GERAL

7 dicas de redes sociais para empreendedores ousados

eldogomes.com.br
Siga-me

1 – Entenda com quem você quer falar

Conhecer o seu público-alvo é fundamental. Para isso, o empreendedor precisa ter em mente informações como idade, gênero, localização e renda média de seus potenciais clientes. Normalmente, esses dados são levantados logo no início da empresa, quando o empreendedor faz o seu plano de negócio.

Saber quem é o seu público ajudará a embasar as decisões estratégicas de redes sociais do seu negócio, e é uma das melhores maneiras de realizar ações bem-sucedidas. Se você ainda não sabe essas características, pode descobrí-las fazendo uma pesquisa diretamente com os seus clientes, procurando conhecer quais são seus gostos, preferências, hobbies e necessidades.

Leia também: Fonte de crescimento para carreira: veja o que pensam quatro empresários

2 – Conheça as características de cada rede social

Quando falamos em redes sociais, muitos pensam imediatamente em Facebook, já que ele é a rede social mais famosa que existe – só no Brasil, o número estimado de usuários é de 86 milhões. Mas existem outras redes sociais que podem ser exploradas.

Instagram

O Instagram, por exemplo, possui um nível de engajamento forte. Ou seja, por meio dele, além de likes, é possível obter envolvimento, interação e relacionamento com os seus clientes.

LinkedIn

O LinkedIn, por sua vez, é a maior rede social voltada para o mercado de trabalho. É ideal para divulgar, atrair e interagir com os usuários, divulgar a marca e até mesmo recrutar funcionários.

Twitter

O Twitter é a rede social conhecida pelo número de caracteres limitados: 280. Por isso, novidades e informações quentes costumam gerar maior engajamento por lá. Os usuários do Twitter são ligados em tecnologia, ciência e cinema.

YouTube

O YouTube é uma rede social excelente para ganhar popularidade por meio de vídeos, mas tome cuidado com a qualidade da imagem e som dos materiais publicados. Não é preciso ter câmera e microfone profissionais, mas é importante garantir que os espectadores possam te ouvir com clareza e que a imagem esteja nítida.

Pinterest

Pinterest é uma rede social onde as pessoas buscam e fornecem ideias sobre vários assuntos: moda, bem-estar, saúde, decoração, corte de cabelo, penteado, frases de inspiração, artesanato entre outros. Para aqueles que trabalham com produtos e serviços que podem ser favorecidos com boas imagens, essa pode ser a mídia ideal.

Entenda que nem todas as redes sociais serão adequadas para o seu negócio e para as metas e objetivos que você definiu. Primeiro porque, a realidade da maioria dos empreendedores é ter que administrar essas redes sozinho, o que pode levar um bom tempo.

Além disso, quem entendeu o propósito de cada rede social e conhece o seu público-alvo deve saber quais as redes sociais que seus clientes e potenciais clientes preferem. O ideal é concentrar seus esforços lá, compartilhando conteúdo de qualidade e que resolva seus problemas.

Alguns exemplos: para um empreendedor que trabalha com artesanato, roupas ou bijuterias, o Pinterest e o Instagram são boas redes sociais para atuar. Para empresas que atuam na área de TI, o Twitter pode ser uma boa rede para estar presente.

Os que comercializam alguma matéria-prima, como produtores de mel, por exemplo, podem fazer vídeos com receitas usando o ingrediente e colocá-los no Youtube. Se a sua empresa atende outras empresas, foque no LinkedIn. Vá para onde está o seu público e entregue valor.

3 – Faça um planejamento

Para atuar nas redes sociais, você vai precisar de planejamento. Defina metas nas redes sociais e trace planos para alcançá-las, como aumentar em X vezes o número de seguidores na página da empresa em determinado intervalo de tempo. Crie um calendário e pense em datas comemorativas, períodos de promoção e outros conteúdos que valham a pena ser compartilhados.

Para pensar em conteúdos interessantes, é possível se inspirar em marcas bem-sucedidas e suas estratégias de sucesso. Você pode analisar as redes sociais de empresas que atuam no mesmo ramo que o seu e usá-las como referências para fazer suas próprias campanhas.

4 – Ofereça conteúdo relevante

Coloque-se no lugar do cliente e pense o que eles querem saber da sua empresa. Se você tem uma loja de roupas, dar dicas de como combinar cores e falar sobre as últimas tendências de moda é uma boa oportunidade de mostrar seus produtos sem parecer “propaganda”.

 5- Mantenha os dados atualizados

Não se esqueça manter suas redes sociais atualizadas com informações como telefone, endereço, dias e horários de atendimento. Assim, quando os clientes quiserem saber se a loja estará funcionando no feriado, por exemplo, vai encontrar a informação que precisa com facilidade e ter uma experiência melhor com a sua marca.  

6- Invista em relacionamento

Não basta colocar os seus posts nas redes e não interagir com as pessoas, pois isso gera uma sensação de descuido. Responda, curta os comentários e faça um filtro para apagar eventuais posts desrespeitosos. Mais de 80% dos clientes esperam que uma empresa responda dentro de 24 horas.

Na hora de responder, mostre a experiência da sua empresa. Uma forma de criar relacionamento humanizando sua marca é postar fotos de seus funcionários no trabalho, em atividades cotidianas, na área de produção ou comemorando aniversários, por exemplo.

7- Acompanhe os resultados

Teste e avalie sua estratégia. Analise dados como número de cliques por postagem, o alcance de seus posts, horário da publicação, conteúdo, número de visitas e depois faça os ajustes necessários com base nos resultados para melhorar o desempenho de forma contínua.

Por 📸@EldoGomes | Jornalista e YouTuber.